Hogwarts Express chega ao Warner Bros. Studios

Quem é fã de Harry Potter não se contenta em ir somente aos estúdios onde foi filmada a série, Warner Bros – The Making of Harry Potter, mas tem de dar uma passadinha também na plataforma 9 ¾ da estação Kings Cross.

Mas, a partir do dia 19 de março, uma reconstrução fiel da plataforma secreta será inaugurada como parte das atrações dos estúdios e incluirá a locomotiva a vapor original usada no filme como o Expresso de Hogwarts. Com 78 anos de idade, a locomotiva vermelha “Olton Hall” foi totalmente restaurada pelos mesmos cenógrafos responsáveis pelos filmes.  E vai ter efeitos especiais também, como o vapor que sai da chaminé da locomotiva.

Os visitantes, além de posar na plataforma com o carrinho de bagagem sumindo na parede, poderão entrar em um vagão de passageiros, e assim vivenciar um pouco do local onde foram filmadas várias cenas do filme, inclusive a última cena de toda a série, quando Harry, Ron e Hermione se despedem dos filhos 26 anos depois de seu primeiro encontro.

Para completar o programa, haverá uma loja de souvenirs temática. Não dá para sair sem uma lembrancinha, né?

O ingresso normal para os Estúdios dá direito ao tour pela Plataforma 9 ¾ e Hogwarts Express.

Veja como chegar aos estúdios Warner Bros. The Making of Harry Potter e outras informações aqui.

E se você for aos Estúdios Warner Bros. e tirar uma foto da nova plataforma e do Hogwarts Express, manda pra gente, ou publique na nossa página do Facebook ou Instagram (marcando com a #londresparaprincipiantes).

Carnaby Street: centro da moda e da música nos anos 60

A Carnaby Street é ponto turístico e de compras hoje em dia e a história dela é recente (comparada com o resto de Londres). Logo ali, no coração do Soho, é que os popstars compravam suas roupas na década de 60.

Carnaby Street - natal

Mas vamos começar pelo começo: tudo isso foi iniciado graças a um movimento chamado Swinging London. Este movimento ocorreu no período em que o Reino Unido conseguiu se recuperar da Segunda Guerra Mundial e passou a criar tendências na moda e na música. No Brasil isso ficou conhecido como “invasão britânica”.

O termo “swinging”, que teria aqui a conotação de vibrante, descolado, moderno, foi utilizado por uma jornalista da Vogue dizendo que Londres era (e é ainda?) a cidade mais vibrante do mundo. O cinema e o teatro começaram a vestir seus personagens de maneira única, seguindo a nova tendência na moda.

Carnaby Street - anos 60

Nesta época também foi criada uma nova subcultura chamada de Modernists, ou simplesmente Mods. Os jovens desta época resolveram que não queriam mais ouvir a música que os pais estavam ouvindo e começaram a ouvir a música produzida naquela época. O jazz mais moderno, que depois deu lugar ao Rhythm & Blues. Este movimento, junto com o Swinging London, serviu de pontapé pra grandes nomes da música como Beatles, Rolling Stones, Kinks, Small Faces e The Who.

Carnaby Street - swinging london

A Carnaby Street era onde as lojas estavam mais atualizadas seguindo estas novas tendências. Além de lojas de roupas também havia bares e lojas de discos. Não à toa os Beatles, Stones, The Who, Small Faces, Sex Pistols e Jimmi Hendrix vinham comprar roupas aqui. A banda Small Faces tinha escritório na rua (onde hoje está a loja da Puma) e era paga semanalmente com uma parte em dinheiro e outra em vouchers pra gastar em compras na rua.

Carnaby Street -  Small Faces

O movimento reduziu quando em abril de 66 a revista americana Time publicou uma reportagem sobre o Swinging London e disse que o local ideal pra encontrar os popstars em Londres era indo à Carnaby Street. Foi o ponto final pra eles, no entanto. Como ficou mais em evidência ao turismo, eles acabaram tendo que buscar outros pontos da cidade pra fazer suas compras sossegados. E até hoje a Carnaby é centro comercial turístico.

Carnaby Street -  Small Faces

A música atual também tem espaço aqui. A loja Pretty Green é do Oasis Liam Gallagher. OK, é mais moda do que música. Mas a Deal Real Records, uma loja de discos, fechou em 2007 e ela fazia noites de música. Por ali já passaram nomes como Amy Winehouse e Kanye West. Esta loja vai reabrir por alguns dias (sim! Dias!) em comemoração ao Dia da Loja de Discos. Ela estará aberta de 18 de abril a 8 de junho (anota aí!).

Carnaby Street -  Sex Pistols

Hoje em dia o foco principal da rua é mesmo a moda. Lojas de grandes marcas como Puma, Levi’s, Diesel e Replay estão aqui. No entorno da rua é fácil encontrar ótimas opções de restaurantes e pubs, afinal de contas, estamos no Soho. Uma caminhada não muito demorada e começam a aparecer lojas de discos também.

Independente se teu foco for moda, música, turismo ou só pra caminhar mesmo, a Carnaby Street é passagem obrigatória na tua visita à Regent Street, Oxford Street e o Soho.

***

O Rafael Maciel, além de guiar o passeio pelos pubs mais bacana da cidade, nosso Pub Crawl, também é músico e apaixonado pela música britânica. Ele conta estas e outras histórias no passeio Let’s Rock!, ou tour da música, que é quase um documentário ao vivo, pois ao mesmo tempo em que caminhamos por Londres descobrindo novos lugares e histórias, também ouvimos músicas e vemos mais de 60 vídeos e fotos raras! Veja informações aqui.