Como escrever para a Rainha Elizabeth

Há uns dois meses, a Flávia me enviou um link para uma notícia que contava de uma menina do interior de São Paulo que escreveu uma cartinha para a Rainha Elizabeth e ficou extremamente feliz porque recebeu uma resposta da assessoria do Palácio. Bom, não sei se foi por causa disso, mas recentemente tenho recebido alguns e-mails pedindo o endereço da Rainha. Apesar de morrer de curiosidade para saber por que as pessoas querem escrever para sua Majestade, me contenho: envio o endereço sem maiores questionamentos.

Como escrever para a Rainha Elizabeth

Official portrait of The Queen taken in the Centre Room in Buckingham Palace in December 2011
© Royal Household/John Swannell

Para facilitar para mais gente, resolvi colocar aqui o endereço, juntamente com outras informações disponibilizadas pelo site da Monarquia Britânica.

Os membros da família real só podem ser contatados diretamente através de carta (aquela antiga, via Correios), eles não recebem e-mails ou telefonemas do público. Elementar, né?

Mas para escrever uma carta para a Rainha, ou para qualquer outro membro da famíla real, não é preciso se preocupar com formalidades.  No próprio site é informado que você pode escrever do jeito que achar melhor, não é obrigatório seguir nenhum padrão.

Para efeito de curiosidade, ainda segundo o site, a forma correta de se dirigir à Rainha no início da carta é com “Madam” e, no final, os súditos deveriam concluir com algo neste gênero:

I have the honour to be, Madam, Your Majesty’s humble and obedient servant’.
(Tenho a honra de ser, Senhora, servo humilde e obediente de Vossa Majestade)

Obviamente, como não somos súditos do monarca britânico, não precisamos declarar nossa obediência!

Como escrever para a Rainha - carta

Endereço da Rainha Elizabeth para correspondência

Her Majesty The Queen
Buckingham Palace – London SW1A 1AA
Reino Unido

Já para quem deseja entrar em contato com os membros mais jovens da monarquia: o Príncipe William e Kate Midletton (formalmente Duque e Duquesa de Cambridge) e com o Príncipe Harry, o endereço é o seguinte:

His Royal Highness Prince (nome)
Clarence House - London SW1A 1BA
Reino Unido

Para se dirigir aos outros membros da Monarquia, a forma correta é também “Sir” ou “Madam”.

***

Agora, se alguém depois de escrever quiser matar minha curiosidade, pode contar o assunto da carta na carta na caixa de comentários… Agradecida!

 

 

Um dia com o London Pass

A assessoria de marketing do London Pass me enviou um passe válido por um dia e eu resolvi conferir o que eu conseguiria fazer com ele, principalmente se seria possível levar vantagem: “gastar” mais em ingressos do que o valor do passe de um dia.

Um dia com o London Pass - passe

Em 2014, o valor do London Pass de 1 dia para adultos é  £49,00, mas os leitores do blog têm desconto de 6% (usando o código expresso na barra lateral aqui do site), ou seja, pagam £46,06. Será que dá para em um dia conseguir visitar tantas atrações de forma que o valor dos ingressos somados ultrapasse 46 ou 49 libras? Foi o que eu queria saber.

Um dia com o London Pass - Westminster

Escolhi um sábado de sol em agosto, em que a cidade estava super lotada, mas isso não me desanimou.

Para aproveitar bem o passe, é preciso começar cedo já que ele vale por um dia de calendário e não por 24 horas. Planejamento também é essencial, eu tracei minha rota antes de sair de casa, conferindo os horários de funcionamento e outros detalhes no guia trilíngue que é enviado junto com o passe.

Um dia com o London Pass - Banqueting House

Resolvi começar pela Banqueting House que, como nos informa o guia é “o único prédio completo sobrevivente do Whitehall Palace, a principal residência do rei de 1530 a 1698″.  A Banqueting House é famosa pelo hall cujo teto foi pintado, ainda no século XVII, pelo célebre artista flamengo, Rubens. Ao entrar, você recebe um audioguia muito explicativo, mas eu ouvi somente a introdução, apreciei as pinturas e segui em frente.

Preço do ingresso:  £6,60 (£6,05 se comprado online)

Um dia com o London Pass - Westminster Abbey

Desci a avenida Whitehall até chegar à região do Parlamento e da Abadia de Westminster, minha próxima parada. Segundo a descrição do guia, a Abadia é um “espetáculo público vivo e imperdível da história britânica” já que é o local da coroação do monarca britânico desde 1066 e local de sepultamento de diversas figuras históricas. Com o London Pass, temos direito ao “fast track”, uma fila especial que anda mais rápido que a fila normal. Como estava tudo muito lotado na cidade, fiquei uns 20 minutos nesta fila.

O audioguia (disponível em português europeu) é uma excelente apresentação da Abadia e nos apresenta os principais pontos do interior da igreja. Ao final, podemos passear pelos jardins e pelo claustro (foto acima), mas eu não me detive muito aí. Dei só uma voltinha, retornei para ver o trono da coroação e estava pronta para a próxima atração.

Preço do ingresso: £18,00 – Gasto total: £24,60

Um dia com o London Pass - Thames Cruise

Neste ponto, eu poderia ter escolhido visitar outro local nos arredores de Westminster (como o excelente Churchill War Rooms, preço do ingresso £17,50), mas estava mais interessada em outras atrações que não tinha tido a oportunidade de conhecer anteriormente. Essas atrações se encontram próximas à Torre de Londres (que também é conveniada do London Pass, ingresso a  £22,00), um pouco distante de onde estava. Como estava muito calor, o metrô estava apinhado de gente e eu adoro passear de barco pelo Tâmisa, resolvi ir de barco.

Um dia com o London Pass - Thames Cruise London Eye

O píer de Westminster fica logo ao lado da ponte de mesmo nome e o guichê da City Cruises é o mais popular, já que só esta empresa é conveniada do London Pass. Os barcos são confortáveis e rapidinho chega-se ao Tower Pier. A passagem é do tipo “hop-on hop-off” que você pode usar durante o dia todo, mas eu só fiz este trecho de barco.

Preço da passagem:  £18,00 – Gasto total: £42,60

Um dia com o London Pass - Tower Bridge Exhibition

Saindo do píer, não fui à Torre de Londres, mas sim à Tower Bridge ExhibitionNesta exposição, subimos às passarelas superiores da ponte, onde se tem belas vistas da cidade, e conhecemos a história da construção da ponte, que data de 1894. Voltando ao nível da rua, visitamos a antiga casa de máquinas da era vitoriana  e aprendemos como funciona o sistema de báscula para abertura da Tower Bridge.

Preço do ingresso: £9,00 – Gasto total: £51,60

Um dia com o London Pass - HMS Belfast

Da ponte, rumei para a margem sul do rio, passando em frente ao prédio da prefeitura e seguindo em direção ao oeste. Fiz um lanche rápido na Hay’s Galleria, já quase em frente da próxima atração. Meu destino era o navio da Marinha Britânica ancorado permanentemente no Tâmisa, o HMS Belfast que é parte do Museu Imperial da Guerra. Nele, podemos conhecer como era a vida dos 950 tripulantes que ali viviam durante a guerra, visitando os diversos conveses do navio. Mais uma vez contei com a ajuda de um audioguia muito explicativo, que me ensinou vários fatos que eu desconhecia.

Preço do ingresso: £15,50 – Gasto total: £67,10

Neste ponto, já eram mais de 17h00 horas, mas já estava satisfeita, pois tinha superado em preços de ingressos as £ 49,00 libras do preço do London Pass.  Além disso, tinha passado um dia muito agradável, visitando várias atrações interessantes e não estava tão cansada quanto imaginei que estaria. A maioria das atrações já estava fechando, mas eu ainda poderia pegar um cineminha  por conta do London Pass, ou ir à loja de souvenirs Crest of London gastar o crédito de £5,00 que o passe dá direito, ou aproveitar outros descontos em lojas e passeios. Mas como tinha um compromisso à noite, não fiz nada disso.

Sobre o London Pass

O London Pass é um cartão eletrônico (como um cartão de crédito pré-pago) que permite que você tenha acesso a mais de 60 atrações turísticas de Londres.  É só apresentar o cartão  na bilheteria de qualquer atração incluída no London Pass, que você tem acesso sem pagar mais por isso. Veja aqui a lista de atrações incluídas. 

O Londres para Principiantes faz parte do programa de afiliados do London Pass, por isso oferecemos códigos de descontos para compra online, através deste link (link de afiliado).

  • 6% de desconto na compra dos passes de 1 e 2 dias na loja online.  Basta digitar o código LONPAUG6 ao final da sua compra que você receberá o desconto. Desconto válido de 01 a 31/08/2014. As duas ofertas não são cumulativas.
  • 10% de desconto na compra dos passes de 3 e 6 dias na loja online. Basta digitar o código LONDRES10 ao final da sua compra que você receberá o desconto. Desconto válido de 01 a 30/09/2014. As duas ofertas não são cumulativas.

O Londres para Principiantes recebe comissão sobre a venda através destes links, mas você não paga mais por isso.

Leia mais sobre o London Pass, para saber se é uma boa para você:

Praticidade com o London Pass

Como levar vantagem com o London Pass

Vale a pena comprar o London Pass?