Dinheiro em Londres – o que levar?

O Reino Unido, apesar de fazer parte da União Europeia, optou por não adotar o Euro e manteve a Libra esterlina (em inglês pound sterling, símbolo £) como moeda. A libra se divide em 100 pence (símbolo p),  “penny” no singular. Na gíria, uma libra é chamada de “quid” e o centavo é chamado de  “p” [pi].

As seguintes moedas estão em circulação:

1p e 2p (moedas de cobre); 5p, 10p, 20p e 50p (moedas prateadas); £ 1 (moeda dourada) e £ 2 (moeda prateada com borda dourada).

Já as notas, são as seguintes:

£5,00 (verde/azul), £10,00 (marrom), £20,00 (lilás) e £ 50,00 (vermelha).

Em dezembro de 2014, 1 libra equivale a aproximadamente a R$ 4,20 ou US$ 1,55. Para saber o valor atual da libra em relação ao real, consulte um conversor de moedas.

Perguntas frequentes:

1. Posso usar Euros em Londres?

A resposta é SIM e NÃO.

SIM: Algumas  lojas de departamentos (como a Harrods, Selfridges, etc.) e outras grandes lojas, que têm os turistas como clientes, aceitam Euros, mas certamente a taxa de câmbio usada para a conversão será inferior à que você conseguiria se trocasse seus Euros em outro local (veja abaixo). Nos aeroportos também, muitos locais aceitam notas de Euro, mas a regra é a mesma: o cliente geralmente perde em termos de taxa de câmbio.

NÃO: Na maioria das lojas, bares, restaurantes, etc., seus Euros não serão aceitos e você terá de trocá-los antes de efetuar as compras. Se você for pagar com cartão de crédito,  tudo será cobrado em libras convertidas para a moeda do cartão.

2. Onde trocar dólares ou euros por libras, em Londres?

No centro de Londres, há centenas de pequenas casas de câmbio, que anunciam a taxa de câmbio em cartazes ou letreiros eletrônicos. Antes de trocar seu dinheiro, no entanto, pergunte se há outros encargos ou “hidden fees” (taxas ocultas) a serem descontados, assim você saberá exatamente quanto receberá pelo seu suado dinheiro. Uma casa de câmbio que tem boa reputação é a Thomas Exchange Global, com 5 lojas no centro de Londres.

Você pode fazer o câmbio também nas diversas agências bancárias da cidade, ou lojas e agências de turismo, como American Express, que oferecem geralmente uma taxa melhor, mas cobram comissão. Até mesmo as agências dos Correios fazem câmbio, embora as taxas praticadas geralmente não sejam muito boas. As lojas de departamentos Marks & Spencer também têm um Bureau de Change e geralmente a taxa não é ruim. De maneira geral, você sempre terá uma taxa melhor quanto mais dinheiro trocar.

Nos aeroportos também é possível fazer o câmbio, mas normalmente encontram-se taxas melhores no centro da cidade.

3. Quantas libras ter em espécie?

É claro que esta é uma questão muito pessoal, mas acho que, mesmo que você planeje pagar por suas despesas com cartão, é aconselhável  ter em torno de £ 200,00 para cobrir os primeiros gastos (táxi ou outra forma de transporte) e/ou se garantir caso algo dê errado com os cartões.

Com o aumento da alíquota do IOF para transações com qualquer tipo de cartão e traveller cheques que ocorreu em 28/12/2013, você pode estar querendo levar mais dinheiro em espécie que levaria anteriormente. Afinal, comprar moeda estrangeira em espécie parece ser a única forma de não pagar os incríveis 6,38% de imposto. Neste caso, é preciso estar atento a alguns fatores, além do risco de se andar com dinheiro vivo:

Leia aqui sobre possível golpe na hora de fazer câmbio

A) A taxa de câmbio usada na venda de moeda em espécie geralmente é mais alta que a usada para o cálculo da fatura do cartão de crédito. Verifique com seu banco, faça as contas e veja se a diferença entre uma e outra não é mais de 6,38%!

B) Para entrar ou sair do Brasil com mais de R$ 10.000,00 ou equivalente em moeda estrangeira, a Receita Federal exige o preenchimento, pela internet, de uma Declaração Eletrônica de Bens de Viajantes.  Veja as informações aqui.

C) Para entrar ou sair do Reino Unido proveniente de um país fora da Europa, ou com destino a um país fora da Europa, com mais de  € 10.000,00, ou equivalente em qualquer moeda, também é preciso declarar. Para isso, o formulário de declaração de moeda C9011 deve ser preenchido e depositado em um local próprio no aeroporto. Faça uma cópia do formulário para mostrar na alfândega, caso seja pedido. Além disso, se estiver entrando no Reino Unido, você terá de passar na faixa vermelha da alfândega, a opção de quem tem algo a declarar, e não na faixa verde, “nothing to declare”. Veja as informações aqui.

 

Dinheiro em Londres o que levar - cartões de crédito

O chamado dinheiro de plástico é aceito em qualquer parte, como no Brasil. É sempre bom lembrar o seguinte:

Cartão de saque do seu banco

  • O seu cartão de saque pode ser usado nos caixas eletrônicos (Cash Machines) do Reino Unido. É uma facilidade, pois as taxas de câmbios são melhores que as que você obtém na compra de moeda estrangeira em espécie e você não corre o risco de ficar andando com muito dinheiro.
  • No entanto, a maioria dos bancos brasileiros requer que você desbloqueie ou autorize/habilite o uso do cartão no exterior. Faça isso antes de sair de casa.
  • Pergunte também ao seu gerente qual é o limite diário para saque no exterior e quanto o banco cobra para efetuar a transação (valor fixo ou comissão sobre saque). Você ainda pagará um determinado valor para o banco do exterior em que foi feito o saque e o IOF, à taxa de 6,38%.

 

 

Cartão pré-pago em moeda estrangeira

  • O cartão com valor em moeda estrangeira pré-carregado (como o Visa Travel Money, MasterCard Cash Passport e o American Express GlobalTravel Card) é uma boa opção para quem quer ir comprando as libras aos poucos, antes de viajar, e não quer se preocupar com flutuações cambiais durante a viagem. O IOF (igualmente 6,38%) é também cobrado no carregamento, então você sabe exatamente quanto pode gastar.
  • O Cartão pré-pago também é ótimo como garantia, pois se você tiver um imprevisto e precisar de dinheiro, ele pode ser carregado por internet banking ou por alguém no Brasil, desde que junto ao banco ou corretora em que foi adquirido. Dependendo do emissor, é cobrada uma tarifa de carregamento. Informe-se antes de usar.
  • As desvantagens deste tipo de cartão, na minha opinião, é que as taxas de câmbio não são as melhores . Você também paga um valor fixo sobre saques (normalmente 2,50 na moeda do cartão), mas na função débito (para compras) nada é cobrado.
  •  O limite diário para saque do Cartão pré-pago é determinado pela bandeira e pelo caixa automático em que o saque for efetuado. Em geral, este limite é de £600,00, mas informe-se com o emissor.

Cartão de crédito internacional

  • Por último, o cartão de crédito, que também deve ser habilitado para uso no exterior. Ele traz segurança em caso de perda/roubo e as taxas praticadas pelos bancos normalmente são melhores que as usadas para compra de moeda estrangeira em espécie. A alíquota do IOF também é de 6,38%.
  • Uma desvantagem é que você não sabe ao certo quanto gastará, pois a taxa de câmbio é calculada no momento do fechamento da fatura; assim, se tiver havido alguma desvalorização do real, sua conta ficará maior do que o previsto. No entanto, se ao contrário, o real se valorizar, você terá uma grata surpresa.
  • Um consolo é que você acumula milhas aéreas para sua próxima viagem. Muitos cartões oferecem também seguro de viagem internacional e outros serviços para viajantes, como uso de salas VIP em aeroportos, concierges, etc. Leia os termos do seu cartão, pois você poderá se surpreender!

Na verdade, não existe fórmula que funcione para todos e não existe um meio único de levar dinheiro para o exterior. Diversifique e assim você terá a segurança de saber que, se alguma coisa der errado, existe o plano B.

Londres em 4 dias - roteiros e dicas

Londres em 4 dias – roteiros e dicas – tudo que você precisa para se dar bem na sua primeira viagem a Londres

Vantagens do cartão pré-pago em moeda estrangeira

Cuidados ao fazer câmbio de moedas

Preços das atrações em Londres

Alimentação em Londres : quanto custa

Preço dos transportes para 2015

E você, como você fez/faz? Conte pra gente na caixa de comentários!

Comentários

  1. Sheila

    Olá, Eneida. Em primeiro lugar agradeço ao site pelas valiosas informações. Vou viajar para a Inglaterra na próxima quarta e o site tem sido uma grande fonte de pesquisa.
    Tenho feito muitas contas para economizar no câmbio. Vi que a Thomas Exchange tem cotação para real e, pelas minhas contas, seria mais vantajoso levar real do que euro. Só queria te perguntar o que você acha, pois pode ter algum fator que eu esteja deixando passar.

  2. Rhayane Patricia Rodrigues de Oliveira

    Irei passar de 3 a 4 semanas em Londres fazendo Intercambio. Quanto preciso levar? Ou mais ou menos quanto se gasta por semana lá ?

    • Olá Rhayane,
      Infelizmente, como no Brasil, cada um gasta conforme suas possibilidades e costumes. Por isso é muito difícil pra gente prever quanto você vai gastar. A hospedagem já está paga? Você vai fazer suas própria comida, ou vai comer em restaurantes? Vai sair à noite, visitar atrações??
      Para você ter uma ideia, o governo britânico estima que um estudante em Londres gaste cerca de 1000 libras por mês, incluindo o aluguel. Mas você poderá gastar mais ou menos (não muito!), dependendo do seu costume. A vida em Londres é bem cara.

    • Marco

      Eu fui em março/2015 e passei 4 semanas também. O mais caro é a moradia e o transporte. Eu fiquei em uma residência estudantil na região 1 (central) Próxima a estação de metrô Angel. Gostei bastante – Liberty House o nome da residência. Paguei 1.100 libras para ficar em um quarto individual Quarto/cozinha/banheiro. Com tv, aquecimento, roupa de cama, utensílios domésticos e segurança. Fiquei bem tranquilo. De transporte + alimentação (lembrando que comprei comida nos mercados (vários próximos). Eu fui econômico, mas comi muito bem e sobrou até muita coisa. Gastei ao todo com transporte e alimentação e pouquíssimos passeios pagos. 450 libras.
      Andei nos clippers do tâmisa, na London Eye. Outros passeios pagos achei desnecessários e muito para turista. Os museus grátis aproveitei demais. Do dinheiro que levei sobraram 550 libras e 350 euros que levei caso quisesse visitar outro país rapidamente. Então a moradia foi realmente o mais caro. Eu quase paguei mais barato, mas fiz muitíssimo bem em pagar a mais para ter total privacidade e morar em uma região central. Podia caminhar até a estação. Ou pegar o ônibus Victoria 38 e admirar a cidade no segundo andar. Tenho até hoje a gravação que anuncia as estações na memória. “38 to Victoria, Museum Street, Alight here for British Museum.” Saudade!

    • Sandra

      Marco, me perdoe a intromissão, mas você sabe se essa Liberty House é somente para estudantes? Ou pode ser para turistas também? Será que eles alugam por um período menor que um mês, tipo, uma semana, 10 dias? Obrigada! Sandra

    • Marco Marx

      Oi Sandra,

      Eu não sei dizer, mas você pode tentar perguntar. A minha contratação foi feita através da escola de inglês MALVERN House que fica perto. Eles sublocam alguns quartos nesta residência. Eu vi apenas estudantes por lá que estudam inglês ou fazem faculdade. Me pareceu voltada só para estudantes sim. O valor pode variar também com o período. Como era baixa temporada talvez seja mais barato do que na alta. Tenho que confessar que desanima um pouco a pesquisa por lugar para ficar. E se quiser ficar acomodado com um mínimo de conforto e proximidade do centro é caro. Hostel é a única saída um pouco mais barata no centro… mas você perde a privacidade. Para mim a Liberty house foi muito boa porque eu ia para o curso de inglês a pé. Andava 17 minutos (para ser bem preciso), e também ficava a 10 minutos andando até a Angel Station de metrô e 7 minutos do ponto de ônibus que eu pegava o 38 Victoria e passava pelo: Museu Britânico, Little China, Picadilly Circus, Green Station, Hyde Park, entre outros.

  3. ola bom eu queria saber se um brasileiro pode morar em Londres
    e na onde arrumar um apartamento ou casa eu vou morar em redditch-reino unido
    eu queria saber onde arrumar apartamentos bem baratos e casas

  4. Patricia

    Boa tarde, entrei no site da Thomas Exchange Global, mas não consegui ver quanto eles cobram para fazer o câmbio de reais para libras pra mim. Vc pode me dar uma ajuda quanto a isso?

  5. Renan

    Boa Noite,queria saber qual o mínimo de libras que pode se levar para Londres pra ficar 30 dias ?? Obg dsde ja!

    • Olá Renan,
      Em Londres como no Brasil as pessoas gastam conforme suas possibilidades e hábitos. Por isso, o quanto você gastará dependerá do tipo de hospedagem, de alimentação e do que pretende fazer. Pesquise os preços e estabeleça um orçamento que funcione para você.

  6. Veronica

    Oi boa noite!
    Eu irei fazer um intercambio em Londres em setembro e como ja tenho a residencia estudantil como acomodaçao eu gostaria de saber se £800 sao o suficiente para passar o mes com alimentaçao e passeios

    Seu blog é mto legal, tem bastante dicas :)
    Obrigada

    • Ola Veronica,
      Gastos são muito pessoais e você pode gastar muito ou pouco, dependendo dos seus costumes e possibilidades. Mas para você ter uma noção, o governo britânico estima que um estudante gaste mensalmente em Londres 1000 libras (incluindo a hospedagem), sendo assim é bem possível ficar dentro do seu orçamento. Tente gastar 200 por semana, se em uma semana gastar mais, economize na seguinte.

    • Camila

      Ola, olha 800 euros vc vai ter que saber administrar bem , meu filho foi em janeiro e alimentacao e barato la , os passeios e transporte e qye e um pouco caroi. Se. Nao tem intencao de fazer muitis passeios ou comprar algo acho que vc vai ficar no limite.

  7. Bruno Beltraõ

    Eneida,
    Mais uma vez obrigado por tantas informações neste maravilhoso site.
    É seguro trocar dinheiro nestas casas de cambio e depois sair de lá por metrô. Ou voce sugere trocar tudo de uma só vez e pegar um táxi pela questão de segurança?
    Grato,
    Bruno .

    • Oi Bruno,
      Em geral Londres é bem seguro, mas como em qualquer cidade grande, fique atento com sua carteira e, se possível divida o dinheiro. Mas não precisa pegar taxi, no meu ver.

  8. Mariana

    Olá, comprei minhas libras e só consegui notas de 50, conseguiria que as casas de câmbio ou lojas de lá troquem por valores menores?

  9. Thamiris

    Olá,

    Estou indo para Londres no próximo mês e ao pesquisar sobre os cartões pré pagos de viagem, inclusive com amigos surgiu a questão da clonagem. Achei várias histórias de várias pessoas nessa situação no exterior. Como você tem muito contato com turistas gostaria de saber se você tem alguma notícia sobre isso em Londres e na Europa?

    Muito obrigada!

    Adoro seu blog

    Abraços

    Thamiris

    • Oi Thamiris,
      É a primeira vez que ouço isso. Nenhum leitor relatou este tipo de problema, o que não quer dizer que não tenha acontecido.

    • Thamiris

      Ok Eneida!

      Muito obrigada! Ninguém está 100% ileso de golpes, mas é bom saber que não ocorre de maneira generalizada.

      Abraços!

    • Camila

      Meu filho usou cartao pre pago la e nao teve ptoblema nenhum ao contrario foi mais aceito que usar cartao bancario de uma conta do brasil.

  10. Marina

    Bom dia!

    Uma dúvida,

    para trocar moeda nessa casa de cambio Thomas exchange é só levar o dinheiro e trocar? ou tem alguma burocracia tipo levar documentos, fazer cadastro etc ?

    obrigada!

  11. ailton RANGEL

    OLÁ ,

    IREI FICAR 1 DIA EM LONDRES , E QUERO VISITAR AS SEGUINTES OPÇÕES:

    – TOWER BRIDGE
    _ LONDON EYE
    -BIG BENN
    -PALACIO WISTEMISTER
    – PALACIO DE BACKMAM ( TROCA DA GUARDA)
    – OXFORD STREET

    MEDIANTE A LOGISTICA , QUAL ROTEIRO DEVO FAZER ( POR SEQUÊNCIA )?

    MUITO OBRIGADO MAIS UMA VEZ PELA ATENÇÃO

    • Camila

      Procure comprar os ingressos com antecedencias e olha em aplicativo de enderecos as distancias de cada atracao e se prepara pq londres e td muitoooooo caro alimentacao entao nem se fala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>